terça-feira, 29 de setembro de 2009

POESIA


2 comentários:

  1. Mas vale tener y después perder que nunca haber tenido,a veces se sufre por no perdemos nunca,siempre ganamos el recuerdo de ese amor que jamas olvidaremos.
    UN BESO.

    ResponderEliminar
  2. Belo este poema de Drummond, não é? Dor inevitável, sofrimento opcional...Viver é aceitar os riscos!
    beijos

    ResponderEliminar